"Sou talvez a visão que Alguém sonhou,
Alguém que veio ao mundo pra me ver,
E que nunca na vida me encontrou! "

Florbela Espanca

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Amor, é Primavera!...




Dizem que já é Outono meu amor,
mas, eu e tu , sabemos que não,
quando nos amamos, com o mesmo ardor,
do sol quente, em dias de Verão.

Sabemos, que o Inverno, nunca irá chegar,
mesmo que o tempo, nos diga que é assim,
pois, é no nosso jeito de amar,
que o próprio tempo, se perde, sim!..

E, o brilho das estrelas, do sol e da lua,
espelham a paixão... Ah, e os ardentes beijos,
sufocados pelos dias, da longa espera...

E, se, perguntar-mos ás pedras da própria rua,
nas horas habitadas por todos os desejos,
dizem-nos amor, que não é Outono, que é Primavera!...

@Margusta
In " Poemas de Amor"
09/09/2008

3 comentários:

rosa dourada/ondina azul disse...

Outono nas folhas das árvores ...
Primavera no nosso coração :)


beijinho,

Maria disse...

O amor é sempre Primavera, é sempre renascer, é sempre esperança numa vida nova...

Beijinho, Margusta

☆Fanny☆ disse...

Querida Margusta!

Um maravilhoso soneto de amor!

Encantei-me ao lê-lo e senti-o dentro da alma. O amor verdadeiro, também sofre tempestades, mas a Primavera jamais perece porque as flores graciosas do sentimento não cessam de florir...

Um abraço de estrelinhas*

Fanny