"Sou talvez a visão que Alguém sonhou,
Alguém que veio ao mundo pra me ver,
E que nunca na vida me encontrou! "

Florbela Espanca

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Respiro-te...

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Escrito a quente...

Chama-lhe " escrito a quente ", quando deixa fluir na hora o que sente , sem parar para pensar.
Não estuda as palavras ou as pontuações , apenas deixa fluir. Por vezes a visão que tem das coisas, acaba por mudar, mas nem sempre isso acontece. Hoje gostaria que mudassem!...

Manhã de Domingo , acorda com o corpo dorido. Pela casa tudo é silêncio ainda. Prepara um café fraco depois de ter bebido um copo de água, e dirigi-se ao computador para ver as caixas do correio. Ao mesmo tempo, sente necessidade de desabafar. Para isso, nada melhor que a escrita .Esse ouvinte atento que nunca a interrompe, e que deixa que as palavras lhe escorram livremente da alma.

E como se de outra pessoa falasse, nessa manhã escreveu :


" Um dia destes disseram-lhe que era uma Guerreira. Ficou a pensar no assunto. Para ela os Guerreiros , brilhavam nos seus feitos , e sempre se destacavam. Ela caminhava sempre no silêncio dos dias. Certo era que a vida para ela sempre fora uma luta, começando mesmo no ventre materno, onde a escolha da vida fora feita entre ela e o seu irmão gémeo ...

Despertou envolta no medo, preferia continuar embalada no esquecimento , mas já eram horas. Não tardava a família acordaria, e as tarefas eram muitas.
Mexeu-se assustada... sim...como se não bastassem as dores do braço esquerdo...
Talvez fosse ao hospital. Ainda não contara a ninguém. Ninguém lá em casa sabia das dores do sovaco no braço direito.
Ela própria tentava ignorá-las...talvez os gânglios inflamados , voltassem ao normal. Desejava tanto que isso acontecesse...passados fazia hoje dez dias da ultima toma dos medicamentos tudo se repetia de novo... Embora desta vez de uma forma diferente. Sentiu uma vontade enorme de chorar. Não podia dar-se ao luxo de ficar mais doente, ou atrever-se sequer a partir , tinha a certeza que ainda precisavam dela por ali.....
Onde estava a Guerreira que lhe disseram que era?... O seu mundo estava ameaçado, e ela não sabia o que fazer.... "


Deixou escapar algumas lágrimas e partilhou na hora o que acabava de escrever , com quem entendeu que deveria partilhar naquele exacto momento.
Precisava fazer isso!...
Partilhar , ainda que a quente...

sábado, 20 de dezembro de 2008


Coroa do Advento by Steffi, beijinhos para ti e Carlos

Para todos os que aqui passarem eu desejo uma continuação de bom Advento
e
UM FELIZ
E
SANTO NATAL

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

" Saudade de uma Flor"


Mãe é a palavra maior
Que o mundo tem,
Foi o que me levou a escrever
Memórias da minha Mãe.


Teresa de Jesus da Silva



É o que se lê na contracapa deste livro, escrito pela minha mãe, e com o qual presenteou ontem os filhos e restantes familiares, no dia em que fez oitenta anos.



Entre a prosa ...

"... Naquele tempo era uma miséria; havia falta de alimentos e o dinheiro não resolvia nada. Isto passou-se na altura da Segunda Guerra Mundial. Eu estava horas nas filas. Quando chegava a minha vez já não havia nada. Quantos dias chorei a caminho de casa...
A nossa mãe compreendia, mas eu, triste, não levava os alimentos que eram necessários. Nalguns dias, ia feliz para casa; a filha do Senhor Custódio, dono do talho, fazia-me sinal para eu ir por outra porta do talho, para me entregar carne. Ela já sabia qual era ..."


...e a poesia...


Mãe,

Fazer anos é fácil,
Basta viver.


Ser mulher é lindo,
Basta saber.


Ser esposa é bom,
Basta amar.


Ser mãe é difícil,
Basta sofrer.

Teresa de Jesus da Silva



... num desabafo de alma , diria até que em alguns poemas num grito de dor, minha mãe pretende, assim deixar á família estas memórias , guardadas tantos anos dentro de si. Relatando a história da sua infância e juventude até aos quinze anos de idade, altura em que viu morrer a própria mãe com apenas 38 , deixando quatro filhos, o mais pequeno com apenas quatro anos.


A minha infância
Vou recordar
E de minha Mãe
Quero falar.

Seu lindo sorriso,
Meigo olhar,
Que um dia
Deixou de brilhar.

Suas mãos cheias de luz,
Que nos iluminou e acariciou.



Um livro comovente, onde não faltam as fotos dos familiares queridos, e dos locais onde a minha mãe viveu.

Com oitenta anos de idade, não faz muito tempo, que me dizia : " _ Gostava de fazer ainda tanta coisa...sinto-me presa num corpo velho.... "


....Gostava de fazer muita coisa que não fez, pois viveu sempre e exclusivamente para a família....



MÃE... ADORO_TE!!! Tenho muito orgulho em ti!!!

Parabéns!!!









Ser mulher é lindo,

Basta saber.

Teresa de Jesus da Silva


segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Parabéns pai!...

No dia do teu aniversário pai , não posso deixar de te dar os Parabéns...Pois continuas vivo na minha memória e no meu coração!...
Hoje ,fui comprar o pinheiro de Natal a pensar em ti ... Sabias tudo sobre as árvores pai!!! Sabias tanto, tanto !!! Elas e a família foram a tua vida, fomos tudo para ti!...
Depois pai, fui ver a mãe. Ao subir as escadas, lembrei-me da alegria , da festa que existia sempre no dia de hoje e da quantidade de gente que se juntava lá em casa.
E, foi ao subir as escadas , que com um largo sorriso, vindo do coração murmurei com alegria...
Parabéns pai!!!

sábado, 6 de dezembro de 2008

De volta , sem ter adormecido...

Sinto que tudo vai mudar!...
Porque, foram muitos os que estiveram comigo, quer nas palavras quer no silêncio...

OBRIGADA!!!



Vale a pena


Vale a pena viver,

Vale a pena sonhar,

Vale a pena sorrir,

Vale a pena cantar.

O ontem já se foi

E o futuro ainda virá,

Um brinde ao presente:

À vida! Ao verbo Amar!


N.Rogero

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Estarei de volta ao por do sol...


Vão adormecer-me por momentos , mas estarei de volta ao por do sol!!!

Para o Alfredo....



Para ti Alfredo http://www.alfredojesusrocha.com.ar/ , que me deixas-te tão emocionada com este teu mail, eu te deixo a Luz que todos os dias entardece nos meus olhos!...


Bem hajas Amigo!!! OBRIGADA!!!


"Si mi querida me pones mal que te sientas mal...sos mi chiquita pintora que siempre admire la belleza de tu ser..y de tus obras animo no decaigas querida..toma toda mi luz...tomala querida Maria..sientete bien..fuerza...tene fuerzas y fe.....pedire continuamente por ti....un beso mi querida Alfredo"

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

OBRIGADA!!!

Obrigada a todos os que me têm dado a mão.
Obrigada a todos os que me têm ajudado neste momento menos bom da vida , em que ainda não vi soluções para o meu problema da mama.
Obrigada a todos os que me deixaram comentários, enviaram mails e nrs.de tlm. Perdoem-me se nem sempre respondo, ou vos ligo...mas é que queria poder dizer..já sei o que se passa...já estou a fazer tratamento!...
Obrigada a todos os que me têm enviado boas energias!
Obrigada do CORAÇÃO!!!

Hoje vou levantar os exames pedidos de urgência em 13 de Outubro , de um problema que se arrasta desde Agosto. Exames que só foram efectuados a 10 de Novembro... Hoje piorei...e muito!!! ... Vou recorrer mais uma vez á urgência do Hospital...espero encontrar pela frente os médicos certos, e que uma LUZ os ilumine!...Pois eu já me sinto cansada desta luta...

Beijinhos de Paz e Luz , para todos os que aqui passarem.