"Sou talvez a visão que Alguém sonhou,
Alguém que veio ao mundo pra me ver,
E que nunca na vida me encontrou! "

Florbela Espanca

terça-feira, 21 de abril de 2009



Uma estranha e nostálgica serenidade pairava no ar naquele final de tarde cinzento.Pela janela aberta entrava uma suave frescura. A chuva miudinha descia silenciosa não fosse as goteiras do telhado a denunciá-la. Gostava daqueles fins de tarde de Primavera.Nesse dia ainda mais...Sentia-se em sintonia com céu...Também ela chorava em silêncio...
Não é fácil renunciar, principalmente quando o coração nos pede insistentemente para dizer-mos sim...
Mas um não pode ser uma grande prova de amor...por vezes a maior de todas!

Fechou os olhos e respirou fundo. Deixou-se ficar assim ....em cinza diluída...
Um dia a cor voltaria!...

Maria Augusta Loureiro
Margusta
In " Contos do A-Mar"
2009/04/18






Além do arco-íris
pode ser
que alguém
veja em meus olhos
o que eu não posso ver
além do arco-íris
só eu sei
que o amor
poderá me dar tudo que eu sonhei
um dia a estrela vai brilhar
e o sonho vai virar realidade
e leve o tempo que levar
eu sei que eu encontrarei a felicidade
além do arco-íris
um lugar
que eu guardo em segredo
que só eu sei chegar
um dia a estrela vai brilhar
e o sonho vai virar realidade
e leve o tempo que levar
eu sei que eu encontrarei a felicidade
a luz do arco-íris
me fez ver
que o amor
dos meus sonhos
tinha que ser você....


Queridos amigos e visitantes, o "Momentos Sentidos II" vai encerrar aqui. Voltarei em breve com o "Momentos Sentidos III" , já em construção!
Tenho tido queixas de alguns amigos de que não conseguem abrir esta página.

Bem hajam pelas Vossas visitas!

Até já!